Scooter elétrica ou patinete: qual é a melhor opção?

Home / Scooter Elétrica / Scooter elétrica ou patinete: qual é a melhor opção?

scooter elétrica ou patinete
20 jan, 2023

Está pensando em investir em uma nova solução de transporte, mas ainda não se decidiu entre a scooter elétrica ou patinete?

Não se preocupe! Aqui, neste artigo, você irá entender melhor como funciona cada veículo e no que eles se diferenciam.

E, sobretudo, descobrir qual deles é o mais indicado para você: scooter elétrica ou patinete. Então não perca tempo e confira agora mesmo!

Scooter elétrica ou patinete? Qual é a sua escolha?

Scooter elétrica ou patinete? Se você ainda não se decidiu entre esses dois veículos, com certeza deve estar interessado em entender a diferença entre eles.

Mas, antes, vamos falar sobre o que eles têm em comum?

Em primeiro lugar, tanto a scooter elétrica quanto o patinete elétrico não utilizam nenhum tipo de combustível fóssil.

O que são combustíveis fósseis? Entenda!

Isso porque eles são movidos à energia elétrica e funcionam através de uma ou mais bateria recarregável.

Ou seja, não emitem gases poluentes na atmosfera e, por isso, são classificados como veículos sustentáveis.

Transportes não poluentes: quais são e por que usá-los?

Eles também acabam contribuindo para a redução da poluição sonora, já que a scooter elétrica ou patinete são significativamente mais silenciosos do que os veículos convencionais.

Dependendo da velocidade, inclusive, eles chegam a passar despercebidos por pedestres, por conta da baixa emissão de ruídos.

Outro ponto em comum entre a scooter elétrica ou patinete é que ambos proporcionam mais agilidade nos percursos do dia a dia, já que são capazes de desviar dos congestionamentos.

Além, claro, da economia de dinheiro, tanto com combustível, quanto com manutenção.

Como funciona a manutenção em moto elétrica?

Mas no que será que a scooter elétrica ou patinete se diferenciam? Conheça, a seguir, as particularidades de cada um deles.

O que é e como funciona uma scooter elétrica

scooter elétrica ou patinete

A scooter elétrica possui potência e velocidade inferior à moto elétrica e superiores ao patinete

Para começar, vamos falar sobre a scooter elétrica, que vem se fazendo cada vez mais presente nas ruas brasileiras.

Elas apresentam potência e velocidade inferiores aos das motos elétricas e contam com um design diferenciado.

Geralmente, o motor elétrico fica acoplado à roda traseira, enquanto as baterias ficam na plataforma.

Ou seja, as scooters não possuem aquele quadro central típico das motocicletas, mas sim uma plataforma onde os pés ficam apoiados, um ao lado do outro.

Vale destacar, ainda, que é um tipo de moto que não foi projetada para atingir altas velocidades.

A maior parte dos modelos chegam a 50km/h e contam com um motor com potência de 1500W a 3000W. Mas, claro, que também há modelos mais potentes disponíveis no mercado.

Já sua autonomia geralmente costuma variar de 40 a 60km, enquanto o tempo de recarga da bateria vai de 5 a 7 horas, em tomada comum.

Veja também: Quanto custa carregar uma scooter elétrica? Aprenda a calcular

Descubra a diferença entre moto elétrica, scooter elétrica e bicicleta elétrica

Patinete elétrico: características e funcionamento

Já o patinete elétrico é um meio de transporte pequeno, leve e prático indicado tanto para trajetos curtos, quanto para o transporte multimodal.

Inclusive há opções disponíveis no mercado que são dobráveis, o que facilita ainda mais a viagem.

Assim como acontece no patinete convencional, o condutor geralmente permanece em pé para pilotagem.

Contudo, sem precisar fazer esforço físico para impulsioná-lo. Neste caso, tanto a aceleração quanto a frenagem são feitos manualmente.

Por outro lado, também há versões que contam com um pequeno banco que permite que o condutor se mantenha sentado com os pés sobre a plataforma.

É possível encontrar, ainda, modelos com três rodas, sendo uma na dianteira e duas na traseira.

De forma geral, o patinete elétrico costuma chegar a uma velocidade de até 25km/h e possui autonomia de 20 a 40km. A potência do seu motor geralmente é de 250w ou 350w.

Um dos grandes diferenciais, quando comparado à scooter elétrica, é que possui custo inferior, podendo ser encontrado por valores a partir de R$ 2 mil.

Qual é o preço da scooter elétrica no Brasil? Descubra!

Ciclomotor X equipamento de mobilidade individual autopropelido

scooter elétrica ou patinete

O patinete elétrico pode circular em ciclovias, desde que seja em velocidade de até 20km/h

Quando falamos de scooter elétrica ou patinete, é importante entender também como elas se classificam segundo a legislação.

A scooter elétrica pode ser classificada como ciclomotor, veículo de duas rodas que tem motor quatro tempos, de até 50 cm³, e velocidade máxima limitada a 50 km/h.

Neste caso, o veículo deve apresentar espelhos retrovisores, farol dianteiro, lanterna transeira, velocímetro e buzina.

Assim como emplacamento,  habilitação na categoria A ou Autorização para Condução de Ciclomotor (ACC) e equipamento de proteção individual.

Já o patinete elétrico é classificado como equipamento de mobilidade individual autopropelido.

Equipamento de mobilidade individual autopropelido: o que é e como funciona?

Em resumo, são aqueles que possuem dimensões iguais ou menores que uma cadeira de rodas: até 1,15 metro de comprimento, 70 cm de largura e 92,5 cm de altura.

Podem circular em áreas de circulação de pedestres, desde que seja em velocidade máxima de 6 km/h, ou ainda em ciclovias e ciclofaixas, com velocidade máxima de 20km/h.

Ciclovia e ciclofaixa: qual é a diferença e para quais veículos são destinadas?

Não demandam emplacamento, licenciamento, CNH ou ACC e sequer capacete, na maioria dos casos.

Entretanto, apesar de geralmente não ser obrigatório, o equipamento de proteção é altamente recomendável, inclusive capacete, joelheira, munhequeira e cotoveleira.

Os patinetes elétricos também devem possuir indicador de velocidade, campainha e sinalização noturna, dianteira, traseira e lateral.

Qual é o melhor: scooter elétrica ou patinete?

Agora que você conhece os pontos comuns e também as diferenças entre a scooter elétrica ou patinete, fica a pergunta: qual deles é o melhor?

A verdade é que não existe melhor e muito menos pior. A resposta vai variar de pessoa para pessoa. Afinal, é preciso avaliar o tipo de uso que será dado ao veículo.

Você busca um meio de transporte apenas para percorrer pequenas distâncias como, por exemplo, ir à padaria, supermercado, farmácia, etc?

Ou você costuma percorrer distâncias maiores e atravessar avenidas com tráfego mais intenso?

No primeiro caso, o patinete pode ser a melhor opção. Já no segundo, sem dúvidas a scooter elétrica é mais indicada.

Em contrapartida, há de se destacar que alguns modelos de patinete elétrico não são indicados para terrenos íngremes, esburacados, ladeiras.

Isso porque o tamanho reduzido da roda e a posição de pilotagem do condutor podem acabar comprometendo a estabilidade e equilíbrio e favorecendo quedas e acidentes.

De forma geral, o recomendável é optar por modelos com pneus com aro a partir de 8,5”, que podem ser utilizados em todos os tipos de chão.

Agora conta pra gente: qual será sua escolha? Scooter elétrica ou patinete?

Posts recentes

Acessórios para scooter elétrica: tudo o que você precisa

Acessórios para scooter elétrica: tudo o que você precisa

fevereiro 21, 2024
Scooter por assinatura: conheça esta modalidade

Scooter elétrica por assinatura: conheça este modelo

fevereiro 20, 2024
Bicicleta elétrica em Goiânia: 10 motivos para ter a sua

Bicicleta elétrica em Goiânia: 10 motivos para ter a sua

janeiro 09, 2024

Tags

Você também vai gostar de ler