Qual é o preço da scooter elétrica no Brasil? Descubra!

Home / Scooter Elétrica / Qual é o preço da scooter elétrica no Brasil? Descubra!

preço da scooter elétrica
31 dez, 2022

A procura por veículos elétricos, sobretudo os de duas rodas, não para de crescer no Brasil, mas você sabe qual é o preço da scooter elétrica?

Será que realmente vale a pena investir neste veículo? É o que falaremos neste artigo.

Antes, contudo, vale destacar que nos encontramos em um cenário muito mais favorável quando o assunto é mobilidade elétrica.

Hoje em dia, o mercado está mais consolidado e, com isso, há opções de moto elétrica para todos os bolsos e gostos.

E quando nos referimos à scooter elétrica, essa variedade é ainda maior do que há uns anos atrás. Quer ver? Então continue lendo este artigo.

Preço da scooter elétrica: vale realmente a pena este investimento?

A alta dos combustíveis é um dos principais fatores que vem estimulando o uso dos veículos elétricos.

Moto elétrica: uma alternativa para fugir da alta do combustível

Mas, até pouco tempo atrás, muitas pessoas ainda se perguntavam se realmente valia a pena investir em uma moto elétrica.

Isso porque, primeiramente, era uma novidade no mercado, o que acabava gerando muitas dúvidas sobre o funcionamento desses veículos.

E, em segundo lugar, porque os veículos elétricos eram comercializados por valores que não cabiam no bolso de muitos brasileiros.

Com certeza você já deve ter escutado alguém falar que preferia gastar dinheiro com gasolina e ter uma moto potente do que garantir uma economia mensal ao custo de um baixo desempenho.

Mas o que nem todo mundo sabe é que a história não é bem assim.

Neste artigo, você verá opções de scooters elétricas que custam até R$ 15 mil e que entregam diferentes potências, velocidades e autonomias.

Como dizem por aí, é um veículo que se paga, se for considerar a economia com combustível e também manutenção, praticidade e facilidade de condução.

Veja também: Descubra qual é a velocidade de uma moto elétrica

O que é scooter elétrica e como funciona

Mas, antes, você sabe o que é uma scooter elétrica? E no que ela se diferencia das demais? Vale uma pausa para falarmos a respeito.

As scooter elétricas não utilizam nenhum combustível fóssil. Elas são movidas à eletricidade e contam com uma bateria recarregável em sua estrutura.

O que são combustíveis fósseis? Entenda!

Diferente das motocicletas, elas não possuem aquele quadro central sobre o qual o condutor vai montado.

Neste modelo, a pessoa permanece sentada, como numa cadeira, com as pernas e pés juntos sobre uma plataforma de apoio.

Além do mais, nas motos tipo scooter, geralmente as baterias ficam nesta plataforma e o o motor junto à roda traseira.

Descubra a diferença entre moto elétrica, scooter elétrica e bicicleta elétrica

Ainda assim, as scooters elétricas devem seguir as mesmas leis de trânsito do que as motos convencionais.

O que significa emplacamento, licenciamento, uso obrigatório de capacete e itens como buzina, velocímetro, lanterna traseira, retrovisores e faróis.

Moto elétrica paga IPVA? Esclareça essa dúvida agora mesmo

Moto elétrica precisa de capacete?

Além do mais, a Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC) também é exigida para pilotar scooters elétricas com velocidade máxima inferior a 50km/h.

Já para os modelos que ultrapassam este limite, a Carteira Nacional de Habilitação, Categoria A, faz-se necessária.

Descubra o preço da scooter elétrica no Brasil

preço da scooter elétrica

Para quem está preocupado com o preço da scooter elétrica, já adiantamos que dá para adquirir uma gastando menos de R$ 10 mil

Agora que você já sabe o que é, como funciona e quais regras devem ser seguidas para andar na moto elétrica tipo scooter, é hora de descobrir o preço da scooter elétrica.

Para isso, além de indicar a opção mais barata disponível hoje, no Brasil, vamos elencar outros modelos que custam até R$ 15 mil.

Desta forma, ficará mais fácil avaliar o custo benefício de cada uma delas.

E, inclusive, decidir se realmente vale a pena comprar a mais barata ou guardar um pouco mais de dinheiro e investir em outra opção.

Veja também: Quanto custa carregar uma scooter elétrica? Aprenda a calcular

-GWS K1000S

A K1000S da GWS é considerada, hoje, a moto elétrica mais barata do Brasil e custa a partir de R$ 9.900.

Entretanto, seu desempenho pode deixar um pouco a desejar, já que a potência do seu motor é de apenas 1000W e o modelo percorre uma distância aproximada de 45km.

Em resumo, é uma moto elétrica indicada para quem percorre pequenas distâncias e não quer gastar muito.

Já para quem busca desempenho, juntar um pouco mais de dinheiro pode ser o suficiente para garantir o dobro de potência, conforme falaremos mais adiante.

-Shineray SE3

A SE3, da Shineray, é um exemplo prático que, com apenas R$ 1 a mais, você já consegue garantir uma moto elétrica com melhor desempenho.

Este modelo custa a partir de R$ 10.990 e possui 2000W de potência.

Além do mais, sua velocidade e autonomia podem chegar a 50km/h e 80km, respectivamente.

Leia também: Autonomia da scooter elétrica: confira a ficha técnica de 5 modelos

-Veja o preço da scooter elétrica K1000C, da GWS

Outra opção que custa apenas R$ 2 mil a mais do que a moto elétrica mais barata do Brasil e conta com um desempenho melhor é a K1000C, da GWS.

O modelo, que é comercializado por a partir de R$ 11.900, apresenta 2000W de potência de motor e autonomia de 75km.

-Muuv Beach 4S

preço da scooter elétrica

A Beach 4S, da Muuv, é uma scooter elétrica com 2000W que custa menos de R$ 13 mil

A Muuv também conta com boas opções quando o assunto é preço da scooter elétrica. O modelo Beach 4S, por exemplo, custa a partir de R$ 12.974.

Além de potência de 2000W, ela alcança velocidade máxima de 50km/h e autonomia de 50km.

A fim de uma scooter elétrica 2000 w? Veja características deste modelo

-Shineray SE1

Já a SE1, da Shineray, custa R$ 13.990 e apresenta potência de 2000W e velocidade de até 50km/h, assim como a SE3.

Em contrapartida, enquanto a SE3 possui bateria de chumbo/ácido, que demanda um tempo de carga de 8 a 10 horas, a SE1 tem bateria de lítio removível.

O que significa que, além da facilidade de poder retirar a bateria para carregá-la, o tempo de recarga é inferior, demandando de 6 a 8 horas.

Já a autonomia deste modelo é de aproximadamente 60km.

– Confira também o preço da scooter elétrica SE2, da Shineray

Outro modelo da Shineray integra a lista das motos elétricas mais baratas do Brasil. Trata-se da SE2, que custa a partir de R$ 13.990.

Neste caso, apesar de a velocidade ser a mesma do modelo da marca citado anteriormente, a potência é superior: 2300W.

-LL Baldur 1.0s

E por último, mas não menos importante, temos a Baldur 1.0s da LL Motors, que custa a partir de R$ 14.700.

Este modelo apresenta potência de 2000W, velocidade de 60km/h e autonomia de 50km.

Também há outras duas versões que apresentam 3000W e 4000W de potência, 70km/h de velocidade e 70km de autonomia.

Contudo, elas custam R$ 18.900 e R$ 19.900, respectivamente.

Viu só como não é apenas o preço da scooter elétrica que importa?

Posts recentes

Acessórios para scooter elétrica: tudo o que você precisa

Acessórios para scooter elétrica: tudo o que você precisa

fevereiro 21, 2024
Scooter por assinatura: conheça esta modalidade

Scooter elétrica por assinatura: conheça este modelo

fevereiro 20, 2024
Bicicleta elétrica em Goiânia: 10 motivos para ter a sua

Bicicleta elétrica em Goiânia: 10 motivos para ter a sua

janeiro 09, 2024

Tags

Você também vai gostar de ler