Como funciona a manutenção em moto elétrica?

manutenção em moto elétrica

08.07.2022 | Por: administrador

Voltar

A manutenção em moto elétrica é mais complexa e mais cara do que em modelos movidos à combustão? Como funciona? É o que você verá neste artigo. Preparado?

Como é a manutenção em moto elétrica? Se você está considerando investir neste veículo, provavelmente já deve ter se feito esta pergunta.

A boa notícia é que a manutenção em moto elétrica aparece justamente como uma das vantagens deste veículo.

Neste artigo, além de entender porque este aspecto se apresenta como um ponto favorável, você vai entender em quais casos a moto elétrica costuma necessitar passar por manutenção.

E, ainda, quais cuidados podem ser tomados no dia-a-dia para manter sua moto elétrica em pleno funcionamento e excelente estado e evitar as idas para a oficina.

Como é a manutenção em moto elétrica

Se você tem dúvidas sobre como funciona a manutenção em moto elétrica, já te adiantamos que este é um assunto com o qual você praticamente não precisará se preocupar.

Isso porque, como você já deve saber, o motor da moto elétrica possui uma quantidade inferior de peças móveis, se comparado aos modelos à gasolina.

Moto elétrica: uma alternativa para fugir da alta do combustível

Com isso, a versão movida à eletricidade também não requer trocas de óleo, filtros e velas de ignição, por exemplo.

Isso significa que a manutenção em moto elétrica é muito menos recorrente e também muito mais simples do que uma moto de combustão.

O que você terá que fazer, quando se trata de manutenção em moto elétrica, é basicamente supervisionar o funcionamento do motor e dos freios.

E providenciar o conserto de peças, como retrovisores, ou a troca de pneus e baterias, quando necessário.

Em contrapartida, isso não te isenta de tomar alguns cuidados com seu veículo, conforme veremos a seguir.

Quanto custa a manutenção em moto elétrica?

Como a moto elétrica costuma ser mais cara do que muitas motocicletas tradicionais, é natural que muitas pessoas pensem que sua manutenção também tende a onerar mais.

Mas o que acontece, na prática, é justamente o contrário: o custo da manutenção em moto elétrica costuma ser menor do que com os modelos movidos à gasolina.

Gasolina mais cara: o que influencia o valor e como driblá-lo

Isso porque, conforme já mencionado anteriormente, você não terá despesa com troca de óleo, de líquido de arrefecimento e de filtros, por exemplo.

Isso, por si só, já representa uma significativa economia, não é mesmo?

Por outro lado, vale destacar que, caso você precise trocar a bateria, este serviço pode representar um gasto em torno de R$ 4.500.

Mas, antes que você se assuste, já adiantamos que existem algumas condutas que podem te ajudar a evitar ao máximo este momento. Vamos lá conhecê-las?

Bateria: o coração das motos elétricas

Um dos principais cuidados que se deve ter com a manutenção em moto elétrica é com a bateria

Em primeiro lugar, é importante pontuar que as baterias das motos elétricas costumam ser resistentes e duráveis.

Baterias elétricas: o futuro da mobilidade sustentável e econômica

As de lítio, por exemplo, que são as mais usadas, costumam durar aproximadamente 120 mil quilômetros rodados, dois mil ciclos completos de recarga ou, pelo menos, três anos.

Mas é importante ter em mente que as condições em que você mantém esta bateria e os cuidados na hora de recarregá-la vão impactar diretamente em sua vida útil.

Portanto, alguns cuidados devem ser tomados em relação a este dispositivo, tais como:

  • Assim que sua bateria atingir a carga completa, imediatamente desconecte o carregador da tomada;
  • Não utilize outro carregador que não seja o da sua moto elétrica;
  • Atente-se para carregar a bateria na voltagem correta;
  • Não deixe a bateria descarregar completamente, pois, além de comprometer o sistema elétrico, pode danificá-la a longo prazo;
  • Evite o superaquecimento e sobrecarga da bateria;
  • Observe o rendimento da bateria da sua moto elétrica. Se estiver aquém do esperado, pode ser que ela já esteja se aproximando do fim de sua vida útil.

Veja também: Quanto custa carregar uma scooter elétrica? Aprenda a calcular

Outros cuidados que você deve ter com a manutenção em moto elétrica

Mas engana-se quem pensa que a bateria é o único item que merece atenção quando o assunto é manutenção em moto elétrica.

Veja, a seguir, outros elementos que você precisa ficar de olho e como cuidar de cada um deles.

-Componentes elétricos

Quando se trata dos componentes da parte elétrica da moto, o principal cuidado é mantê-los longe de umidade, água, sujeira e resíduos. E, sobretudo, lubrificados.

Caso contrário, tanto o motor elétrico, quanto a bateria, precisarão fazer um esforço extra para não comprometer o funcionamento do veículo, o que pode prejudicá-lo a longo prazo.

Portanto, fique sempre de olho, não deixe de fazer limpezas regulares e, se for o caso, investir em protetores para evitar sua exposição.

-Ignição

Se você tenta ligar a moto e ela não responde de imediato ou até mesmo precisa empurrar o veículo para que ele funcione, isso pode ser sinal de problemas na ignição.

O que muita gente não sabe é que uma simples oxidação das conexões já pode comprometer diretamente seu funcionamento.

Por isso, neste caso, é importante aplicar produtos apropriados nesta parte elétrica.

-Fluído de freio

Uma das peculiaridades da moto elétrica é a transmissão automática por CVT (Transmissão Continuamente Variável) e a ausência do pedal de câmbio e do manete de embreagem.

As 7 maiores dúvidas sobre moto elétrica: conheça antes de comprar

Consequentemente, como o veículo não pode contar com o apoio das marchas para reduzir a velocidade, o sistema de freios acaba sendo sobrecarregado.

O que também acaba demandando mais do fluído de freio do que os outros modelos.

-Fluído de arrefecimento

manutenção em moto elétrica

Como o motor fica na parte de trás da moto elétrica, há uma baixa refrigeração, sobrecarregando o sistema de arrefecimento

O nível do fluído de arrefecimento também deve ser acompanhado de perto.

Afinal, como o motor das motos elétricas fica retido embaixo do banco, local de baixa refrigeração de ar, o sistema de arrefecimento acaba sendo demandado além do esperado.

Assim como seu fluído. É justamente visando um melhor controle da temperatura que as motos elétricas possuem também refrigeração a água.

-Limpeza e manutenção preventiva

Em suma, não deixe de limpar regularmente sua moto elétrica, principalmente as peças plásticas da carenagem, para evitar que as mesmas danifiquem.

Além do mais, observe as informações descritas no manual do proprietário sobre revisão e manutenção preventiva.

Neste documento, geralmente há uma tabela que indica todos os itens que devem ser revisados periodicamente. É importante seguir tais especificações.

E mais, se o uso da motocicleta elétrica for demasiado, vale inclusive considerar a adoção do plano de manutenção severo.

Neste caso, a revisão deve ser feita na metade do tempo previsto para a manutenção preventiva.

Viu só como a manutenção em moto elétrica é bem mais simples do que muitos pensam?!

Posts Relacionados