Confira qual é o valor de uma moto elétrica no Brasil

Home / Scooter Elétrica / Confira qual é o valor de uma moto elétrica no Brasil

valor de uma moto elétrica
23 nov, 2022

Qual é o valor de uma moto elétrica? Este questionamento tem se tornado frequente, sobretudo diante do aumento dos preços dos combustíveis.

Gasolina mais cara: o que influencia o valor e como driblá-lo

E não à toa, afinal, os veículos elétricos de duas rodas já são vistos como uma alternativa econômica e sustentável para muitas pessoas. Será mesmo?

Neste artigo, você irá descobrir não apenas o valor de uma moto elétrica no Brasil, como também qual é o seu impacto financeiro na conta de energia.

Desta forma, poderá constatar por si só se esta é realmente uma opção que vale a pena ou não. Preparado (a)?

Descubra o valor de uma moto elétrica no Brasil

Por mais que a curiosidade para saber o valor de uma moto elétrica seja grande, precisamos te dizer que esta é uma resposta nada precisa.

Afinal, os mais diferentes fatores poderão interferir no preço final do veículo. Como, por exemplo, potência do motor, velocidade máxima a ser atingida, autonomia, entre outros.

No entanto, para não deixar ninguém na mão, nós vamos listar a seguir os 5 modelos mais baratos que podem ser encontrados no Brasil.

Mas, antes, é importante entendermos melhor como funciona a moto elétrica, quais são suas vantagens e quais regras devem cumprir. Vamos lá?

Moto elétrica: características, vantagens e determinações

Em suma, podemos dizer que a moto elétrica é um veículo de duas rodas que usa energia elétrica para funcionar, em vez de gasolina ou etanol.A grande maioria é alimentada por baterias recarregáveis de lítio e projetada para ser recarregada em qualquer tomada de casa.

É por isso que, além de prática, ela é considerada uma alternativa econômica, inclusive no que diz respeito à manutenção, que é significativamente inferior aos veículos à combustão.

Como funciona a manutenção em moto elétrica?

Sem contar que não polui o meio ambiente e ainda é mais silenciosa, passando muitas vezes despercebida por pedestres nas ruas.

O que talvez nem todo mundo sabe é que depois da alteração do Código de Trânsito Brasileiro, a moto elétrica passou a ser classificada como ciclomotor.

E, com isso, passou a precisar de licenciamento, emplacamento e habilitação na categoria A ou a chamada Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), como as demais motocicletas.

Moto elétrica paga IPVA? Esclareça essa dúvida agora mesmo

O mesmo vale para o capacete com viseira ou óculos protetor, cuja utilização é obrigatória.

Portanto, todos os custos que tais exigências demandam também devem ser considerados na hora de colocar no papel o valor de uma moto elétrica.

Moto elétrica pode levar multa? Informe-se a respeito!

Valor de uma moto elétrica: confira os 5 modelos mais baratos do Brasil

valor de uma moto elétrica

Os preços da moto elétrica variam conforme modelo, potência, autonomia, entre outros quesitos

1. Shineray SE3

A Shineray SE3 é considerada, atualmente, a moto mais barata do Brasil, com um custo aproximado de R$ 11.990.

Este modelo possui potência de 2000W, atinge velocidade máxima de 50km/h e pode alcançar uma distância de até 80km sem precisar de recarga.

Já sua bateria de chumbo de 72V/32Ah tem duração estimada de 8 a 10 horas. É um modelo um pouco pesado: 123 kg.

2. Shineray SE1s

Já com um visual mais futurista, a Shineray SE1S custa apenas R$ 2 mil a mais do que o modelo anterior, ou seja, R$ 13.990.

Sua potência é a mesma da SE3, assim como a velocidade máxima a ser atingida. Por outro lado, uma das grandes diferenças deste modelo é sua bateria de íons de lítio (60V/24Ah).

Apesar de mais moderna, é menor e precisa ser recarregada em um intervalo de 6 a 8 horas, além de possuir autonomia inferior, o equivalente a 60km.

Também é uma opção bem mais leve do que a primeira colocada, com apenas 86kg de estrutura.

3. Shineray SE2

Mais uma moto elétrica da Shineray lidera o ranking das mais baratas do Brasil: a SE2, que tem um valor aproximado de R$ 14.990.

Além de um visual mais retrô e ser ainda mais leve (84kg), este modelo possui um motor mais potente com 2300W. Apesar disso, a velocidade máxima a ser atingida segue 50km/h.

Esta versão, assim como a SE1s, também conta com bateria de íons de lítio (60V/24Ah), autonomia de 60km e intervalo de 6 a 8 horas para recarga.

4. Voltz EV1 Sport

Para quem está em busca de uma opção mais moderna, rapidinha e eficiente, esta moto elétrica da Voltz conta com display digital, bluetooth e um motor ainda mais potente.

São 3.000W de potência, velocidade máxima de 75km/h e seu alcance pode chegar a 100km com uma única bateria ou 180km com duas.

Apesar de sua bateria 38.4h/60V geralmente demandar recarga a cada 5 horas, a vantagem deste modelo é a possibilidade de usar até duas baterias simultaneamente.

Tudo isso por apenas R$ 14.990.

5. Muuv Custom L

Por fim, a Muuv Custom L aparece em último lugar nesta lista, com custo aproximado de R$ 15.498.

É um modelo mais despojado, que conta com recursos extras, como alarme, bluetooth, chave reserva.

Além do mais, é o modelo mais leve da lista, pesando apenas 70kg.

Seu motor tem 2000W de potência, o que garante uma autonomia de 50km. Já a bateria é de 18AH, mas também conta com um compartimento para uma segunda bateria.

E o valor de uma moto elétrica na conta de luz?

valor de uma moto elétrica

Será que o impacto financeiro da moto elétrica na conta de energia realmente faz valer a pena o investimento neste veículo?

Agora que você já sabe que o valor de uma moto elétrica no Brasil começa em torno de R$ 11.990, com certeza deve estar querendo saber também qual é o impacto financeiro deste veículo na conta de energia.

Sentimos informar que esta resposta também depende de uma série de fatores e, neste caso, não são apenas relacionados à moto, mas também à rede elétrica.

Modelo, potência e autonomia da moto, capacidade da bateria em kWh, bem como voltagem, valor do kW/h da região, adicional de bandeira tarifária e impostos impactam diretamente nesta conta.

Mas para se ter uma ideia, uma pessoa que anda cerca de 120km por dia com uma moto elétrica, pode ter um aumento de apenas R$ 50 em sua conta de energia.

Veja também: Quanto custa carregar uma scooter elétrica? Aprenda a calcular

Como economizar energia: dicas + tarifas + estados mais caros

Thiago Queiroz

  • 23.11.2022

Você também vai gostar de ler